segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

CAMINHADA CONTRA O CRACK EM CURITIBA!








Crack, tire esta pedra do seu caminho!



Movimento mobiliza cidades e conscientiza jovens em todo o Brasil


No dia 29 de Janeiro foi realizado em todo o Brasil uma passeata da campanha "Crack, tire esta pedra do seu caminho".

A mobilização nacional foi uma iniciativa da Força Jovem Brasil, no qual, teve acontecimento simultaneo em todas as cidades, levando assim

milhares de jovens e idealizadores às ruas para conscientização da população aos perigos dessa droga que, segundos pesquisas recentes, têm se alastrado em todo o Brasil, vitimando assim milhares de adultos, jovens, adolescentes e até crianças.

Em Curitiba, a mobilização formou uma massa gigantesca de jovens rumando da Central Jovem até marco central do comércio da capital paranaense.

Panfletos de conscientização foram distribuídos, além da realização da peça de teatro da Companhia Dose Mais Forte realizado em pleno Calçadão da XV, abordando o tema das drogas e assim esclarecendo dúvidas e alertando a população.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Na Argentina, bispo Romualdo consagrou o pastor Aguinaldo Silva a bispo


Na Argentina, o pastor Aguinaldo Silva foi consagrado a bispo, pelo bispo Romualdo Panceiro, no último sábado (08), durante reunião de pastores.


Antes de realizar a consagração, o bispo Romualdo enfatizou a importância do servo do Senhor estar entregue totalmente no altar de Deus, para que haja o crescimento da Obra divina. “Somente quando há essa entrega, Deus ficará obrigado a honrar o trabalho realizado por Seus servos, conforme Ele próprio afirma em Sua palavra”, disse, referindo-se a passagem Bíblica que diz:“Se alguém me servir, meu Pai o honrará” (João 12.26)


Após a pregação, o bispo realizou a consagração do novo bispo e pediu a Deus que o revestisse com os dons do Espírito Santo, para que ele ganhe muitas almas para o Reino de Deus.


A Igreja Universal do Reino de Deus está no país há 22 anos e desde que chegou tem proporcionado a mudança de vida prometida na Palavra de Deus ao povo argentino, por meio da fé sobrenatural. Atualmente, conta com um templo localizado em Bueno Aires com capacidade para 3 mil pessoas, 8 catedrais e mais de 160 núcleos espalhados por todo o território argentino.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

A 4º ARMA DO diabo


O diabo tem três armas para acabar com o homem e a mulher de Deus que estão ou querem ir para o altar. Porém, há mais uma que é fatal, e se o homem e a mulher de Deus não vigiarem, cairão por ela.

1. A primeira arma do diabo é colocar mulheres no caminho do homem de Deus, e homens no caminho da mulher de Deus. O diabo faz isso para enfraquecer o homem ou a mulher de Deus.
2. A segunda arma usada pelo diabo pode até mesmo parecer uma benção de Deus, que é a prosperidade. O diabo faz isso para que a pessoa prospere e perca o brilho pela obra de Deus no altar, pois ele sabe que se aquela pessoa chegar ao altar ela irá arrebentar. Obs.: Temos que ter uma vida abençoada antes de ir para o altar sim, porém, sem perder o foco do que queremos, que é salvar almas.
3. A terceira arma é o orgulho, pois o diabo consegue cegar a pessoa, fazendo com que ela não perceba que é orgulhosa, pois um orgulhoso, na maioria das vezes, não sabe que é orgulhoso.
Agora vamos a nossa história para você descobrir qual é a 4ª arma usada pelo diabo para destruir os que fazem a obra de Deus.

Havia um pastor em uma igreja que tinha sucesso em tudo o que fazia. Tinha comunhão com Deus e andava em santidade, orando, jejuando e lendo a Bíblia. Aonde ele ia, desenvolvia o trabalho. E mais, muitas pessoas se convertiam, pois ali havia curas, milagres, etc.

O diabo, vendo isso, fez uma reunião no inferno e enviou o primeiro demônio, a Pomba-girada. E ela falou para o pastor: Eu vou te derrubar!

O pastor logo amarrou o que o demônio falou, orou, jejuou, leu a Bíblia, fortaleceu o seu casamento, e ela foi embora.

O diabo convocou mais uma reunião e resolveu mandar o Oxuavareza para encher os olhos do pastor de ambição material. Novamente, o pastor orou, jejuou, leu a Bíblia, sacrificou tudo o que tinha e o diabo caiu por terra.

Revoltado, o diabo enviou Oxuorgulho para encher o coração do pastor de orgulho próprio. Mas o pastor orou, jejuou, leu a Bíblia, e se humilhou diante de Deus. E, mais uma vez, o diabo caiu por terra.

O diabo viu que todas as suas tentativas tinham sido frustradas. Irado, resolveu mandar aqueles três demônios ficarem na igreja daquele pastor para ver onde ele errava. E para lá eles foram, só estudando e marcando os passos dele.

Um dia, os três demônios, ainda sem pegar nada que pudessem usar contra o pastor, viram outro demônio passar por aquela igreja. Vinha ele lá de longe, devagar, usando bengala, com uma aparência cansada. E os três demônios começaram a zombar dele. “Seu velho cansado, o que está fazendo por aqui?” E então perguntaram o nome dele.

Ele olhou de lado, abriu um sorriso lateral sarcástico e disse: “Meu nome? Eu sou o OXUTEMPO. E vocês, o que fazem por aqui?”

E os outros demônios lhe contaram sua missão e como tinham fracassado até agora. Daí, ele disse aos três, “Esperem que eu vou dar ordem quando vocês devem agir.” E disse mais: “Não tenham pressa, pois eu sei como trabalhar.” E aquele demônio sutilmente começou a agir.

Primeiro, tirou o tempo daquele pastor, enchendo sua agenda de coisas para fazer. Logo, ele não tinha mais tempo para jejuar, e enfraqueceu. Depois, tirou o tempo daquele pastor para não ler mais a Bíblia, e ele não mais ouviu a voz de Deus. E sem ouvir a voz de Deus, sua comunhão esfriou. Foi aí então que aquele demônio deu a ordem para os outros entrarem em ação. E, assim, aquele pastor que arrebentava, caiu.

O tempo é a 4ª arma usada pelo diabo para esfriar a fé dos que não perseveram. Às vezes, ele nos faz muito atarefados. Outras, ele até causa um falso senso de bem-estar, faz as lutas cessarem durante um tempo para que nós nos acomodemos na fé. E é assim que ele nos derruba.

Lembre-se sempre de onde você veio, de onde você saiu, e do que Deus fez na sua vida para sempre se manter na fé. O vencedor não é o que começa, mas sim o que termina.

Bispo Renato Cardoso

INACREDITÁVEL!!!