domingo, 4 de julho de 2010

A COPA DA VIDA


Muitos dizem: ainda não foi dessa vez. Outros procuram culpados: foi o volante, foi o goleiro, foi a defesa ou foi a falta de ataque. Mas a maioria, aqueles que, às vezes, sem querer, desejam ver o que dizem ‘inimigo’ para baixo dizem: é tudo culpa do técnico. Como assim, futebol não é um time? Quando ganha não dizem que fizeram um bom trabalho? Por que quando perde querem apontar para uma pessoa?
Quem gosta de perder? Quem gosta de ser eliminado? Ninguém. É engraçado porque se ganha, todos somos campeões, mas se perde, você é o único culpado. É injusto? Sim. Mas quem é que gosta de ficar perto de uma pessoa derrotada? Ninguém. Todos se afastam, uns falam mal, outros são indiferentes. É verdade, bem vindo, você está no deserto!
Uns passam pelo deserto de uma maneira mais fechada, o mundo não fica sabendo só pessoas próximas. Outros pela posição que tem, todos sabem. É triste, é vazio, é sozinho. É como o jogo do Brasil , tinha tudo para ganhar, mas jogo se ganha jogando, com bola na rede, de preferência com 4 ou 5 gols para fazer a diferença. Mas por que ocorre tantos erros? Por que tanta falta? Por que estou no deserto? Para se ganhar algo é necessário estar totalmente preparado para não perder lá na frente.
Esta preparado para receber a vitória? Fisiscamente? Talvez. E espiritualmente? Quem sabe…
Perder não é bom para ninguém, leva-se alguns meses para se preparar e ainda assim o tempo de preparo ainda não é o suficiente. Mas tem que jogar assim mesmo. Temos sempre que nos superar, não podemos ficar murmurando, pois quem reclama muito, fica perdido no deserto e todo trabalho que foi feito fica no meio do caminho. E aí? Faz-se tudo de novo, desde o início.
Mas temos que lutar até o fim, não podemos desistir. Quem abandona a luta, é removido e coloa-se outro no lugar. É assim. E aquele que abandonou, o que acontece com ele? Ou ele reage e se lenavta e volta para a luta, ou fica ali, jogado no canto, com remorso e da lembrança do passado. Temos que ter força, temos sempre que estar motivados, jamais desistir. Uma guerra tem várias lutas. Não pode desistir, ainda não acabou.
Outras copas virão, outras lutas virão. Até para nascer foi preciso lutar antes e o que não desistiu hoje está vivo e se mantendo firme. A vida com Deus é a mesma coisa. A diferença é que com Deus lutamos para manter a salvação, e sem Deus tem que lutar sozinho, sem ajuda dEle.
Graças a Deus que tem lutas, não se esmorece na fé, está sempre sendo renovado. Perder uma copa não é nada porque vem outras, pior é perder aquilo de mais precioso que O Senhor nos Deus por causa de um jogo e não conseguir tê-la novamente: a Salvação.
Fique firme com Deus.
Por Renata Eulálio – renataeulalio@movimentouniversal.com.br


Eu copiei do Movimento Universal, Acesse o link: http://www.movimentouniversal.com.br/nao-foi-ainda/#more-6514#ixzz0sixhQGAa
Under Creative Commons License: Attribution

2 comentários:

  1. Boa Tarde... Sempre ouco dizer... Quando estamos chegando a VITORIA queremos desistir... E igual a historia do rapaz que so faltava dois metros para chegar ao chao, nao ouviu a voz de DEUS e acabou morrendo congelado... Nunca desiste por um NAO...DESANIMO...DESEMPREGO...SOLIDAO...UMA PERCA...DESPREZO... Tenha FE, por que DEUS nunca desiste de VOCE... Se preocupe e ganhar almas e salvar a sua... Fique com DEUS...

    ResponderExcluir
  2. Boa Tarde! Que bom que estou glorificando o nome do Senhor Jesus. Sou a menina que escreveu a matéria sobre a copa no Movimento Universal. Pode fica a vontade. A idéia é do Senhor e é para ser passada adiante.

    ResponderExcluir